Áreas de Pesquisa

Seguem abaixo as sugestões de temas de pesquisa para o Congresso UNIV 2018 – “Getting down to business: o poder transformador do trabalho:

Humanidades

  • O sentido do trabalho.
  • A evolução do trabalho na história recente.
  • Tipos de trabalho: prestígio e valor social, diversidade geográfica.
  • O verdadeiro êxito no trabalho.
  • A flexibilização dos formatos e jornadas de trabalho.
  • O debate sobre a racionalização dos horários de trabalho.
  • Trabalho e realização humana.
  • Trabalho e criação humana.
  • Produtividade e trabalho.
  • Trabalho e esforço. Eficácia e resultados.
  • O desemprego dos recém-formados e suas consequências sociológicas.
  • O desemprego, o trabalho e os jovens no pensamento do Papa Francisco.
  • Demografia do desemprego.
  • O trabalho de servir os demais: As ONGs e outras atividades sem fins lucrativos.
  • A precariedade do trabalho.
  • A santificação do trabalho ordinário.
  • Trabalho como colaboração no desdobramento da providência divina.
  • Trabalho e crescimento humano.
  • O trabalho que se degrada. Ocupações indignas. Trabalhos nocivos.
  • O trabalho das mulheres nos países em desenvolvimento, fonte de crescimento.
  • Trabalho e serviço: há empregos com vocação para servir?
  • Começamos: características de um trabalho transformador.
  • É possível mudar o mundo a partir do meu trabalho?
  • Talento e virtude no trabalho.
  • Final ou meio. Trabalho egoísta ou para servir.
  • Profissional vocacional: fazer o que se gosta ou aquilo em que se pode ajudar mais?
  • A formação profissional e a aprendizagem ao longo da vida significam melhorar a vida profissional.
  • Contribuições para alcançar uma política inclusiva real em ambientes de trabalho educativo.
  • Lidar com a família com um tipo de trabalho.
  • Trabalhos que humanizam: o valor das letras.
  • O trabalho intelectual como agente transformador da sociedade.
  • Trabalho intelectual e amadurecimento das capacidades pessoais.
  • Contemplação e trabalho hoje.
  • O trabalho no mundo clássico. O conceito clássico de trabalho como base para o sustento da sociedade. Trabalho e lazer em Aristóteles e outros filósofos da antiguidade. Trabalho e estoicismo. Trabalhe e os primeiros cristãos.
  • O trabalho e a divisão do cristianismo. O conceito de trabalho na Europa cristã medieval. A Reforma Protestante e o papel do trabalho. As dimensões antropológicas do calvinismo: a avaliação da pessoa com base no sucesso no trabalho. Validade e resposta da teoria sobre a Ética do Protestantismo por Max Weber. Trabalho e solidariedade na Europa católica.
  • Trabalho e historiografia. O trabalho nas diferentes visões da História: marxista, liberal, tradicionalista, etc.
  • Empregabilidade e educação universitária.
  • Trabalho, realização pessoal e felicidade.
  • Dimensão transcendente do trabalho. Identidade e trabalho próprios.
  • A configuração da sociedade e do mundo a partir do próprio trabalho (ver Laudato Si).
  • Ecologia humana e inclusão.
  • O valor do trabalho intelectual na sociedade.
  • “Equilíbrio” entre trabalho e vida pessoal, familiar e social.
  • Desafios do trabalho em equipe.
  • “Coaching” e “mentoring” como ferramentas para o desenvolvimento profissional.
  • Relações intergeracionais no trabalho.
  • As novas obras do século XXI: impacto das TIC na cultura do trabalho.
  • Aspectos positivos e negativos do acesso e uso de novas tecnologias na cultura de trabalho.
  • Trabalhar com responsabilidade social pelo desenvolvimento sustentável.
  • Trabalho online: uma oportunidade para constituir família.
  • Empatia e relações humanas no trabalho.

Economia, direito e política

  • A responsabilidade social das empresas.
  • Visões de trabalho: capitalismo vs. marxismo.
  • Vantagens e desvantagens morais de um sistema econômico que favorece o livre mercado, a oportunidade individual, etc.
  • Como o direito de propriedade e, em geral, o estado de direito afeta o mundo dos negócios.
  • Trabalho em equipe.
  • Transformação pessoal (interna) pelo desenvolvimento no trabalho.
  • Vantagens e problemas da globalização.
  • Empresas e o desenvolvimento humano de seus trabalhadores.
  • Quando trabalhar demais se converte em um pesadelo para todos e para a família.
  • Como promover mais e melhor emprego: políticas públicas, cultura e leis que incentivem a inovação e a criação de empresas, etc.
  • Empreendedorismo. Capacidade de assumir problemas e realizar projetos para enfrentá-los.
  • Prioridades na empresa: manter os trabalhadores em tempos de recessão.
  • Negócios e redução da pobreza / desigualdades excessivas.
  • Níveis de pobreza no mundo desde o início da revolução industrial.
  • Liderança empresarial em tempos de crise: transformando crise em oportunidades.
  • Treinamento em habilidades de trabalho e negócios em ambientes economicamente menos desenvolvidos.
  • Green Finance: Financiamento de negócios para projetos que são especialmente benéficos para a sociedade.
  • Relationship Lending: relações humanas que geram linhas estáveis ​​de financiamento para projetos de negócios.
  • Novas idéias que mudaram o mundo (ou uma pequena parte dele).
  • Empresa e inovação social.
  • Vidas de grandes profissionais e sua influência.
  • O serviço público como uma necessidade social.
  • Trabalho e globalização Imigração e trabalho. Trabalho e espaço comum europeu. Globalização e divisão internacional do trabalho. Globalização, precariedade do trabalho e populismo.
  • Trabalho, pensamento político e pessoa. O mundo contemporâneo e a mercantilização do trabalho. O trabalho e os economistas clássicos: Adam Smith, David Ricardo, etc. Trabalho, marxismo e pessoa. Totalitarismo e trabalho: U.R.S.S. de Stalin e nazismo na Alemanha.
  • Trabalho, pessoa e mobilização política. Os conceitos de trabalho e pessoa nas ideologias revolucionárias do século XIX: anarquismo e socialismo.
  • Experiências de sucesso na criação de emprego. Fórmulas de proteção social do desemprego. O desemprego e os empregos precários.
  • O futuro daqueles que trabalharam. É necessário reformar os sistemas de pensão? Sistemas de pensões e solidariedade intergeracional.
  • Sindicalismo no século XXI. O papel dos sindicatos na sociedade da informação.
  • A demissão do trabalho, suas causas e conseqüências. O que podemos melhorar?
  • Remuneração justa do trabalho. Qual a remuneração correta?
  • Práticas de trabalho estudantil, contratos de treinamento: usos e abusos.
  • A liberdade da companhia.
  • A política do pleno emprego como princípio orientador da política social e econômica: implicações legais.
  • A regulação dos horários de trabalho para facilitar a conciliação.
  • A regulação dos contratos de trabalho. O equilíbrio entre a proteção do emprego e o desenvolvimento de mercados flexíveis aberto a novos trabalhadores.
  • Trabalho autônomo: a regulamentação trabalhista e fiscal dos trabalhadores autônomos.
  • Legislação e trabalho.
  • Trabalhar como direito fundamental e como dever constitucional.
  • Os princípios fundamentais do direito do trabalho.
  • Os direitos dos trabalhadores: liberdade sindical e direito de greve.
  • Liberdade sindical: regimes especiais.
  • O direito de greve.
  • Os direitos dos empregadores: negociação coletiva e medidas coletivas de conflito.
  • O regime constitucional das associações profissionais.
  • As transformações do direito do trabalho: desafios para o século XXI.
  • O trabalho dos aposentados.
  • A capacidade destrutiva do trabalho: escravidão e trabalho forçado no século XXI.
  • O cuidado das pessoas no local de trabalho.
  • Trabalho inclusivo: o valor da diversidade.
  • Reconciliação, trabalho e família: políticas públicas e empresariais.
  • Excessos e falta de reconhecimento, retribuição e serviço no trabalho.
  • Transforme as comunidades através da criação de indústrias e empresas.
  • Inovação social e políticas públicas.
  • Big data e gerenciamento: como ajudar pessoas e organizações através do autoconhecimento.
  • Políticas públicas para impulsionar a criação de empresas. O quadro jurídico do empreendedorismo.
  • Proteção da indústria nacional e livre comércio. A ética do protecionismo.
  • A limitação do acesso às profissões regulamentadas. As associações profissionais. Oportunismo e exercício legal da profissão.
  • Trabalho voluntário. O Terceiro Setor e a sociedade civil como criadores de emprego.
  • Aposentadoria decente e o futuro das pensões.

 

Comunicação

  • O trabalho do jornalista na era digital.
  • Marketing e trabalho.
  • As redes sociais e plataformas digitais são ameaças ou oportunidades de trabalho?
  • Sociedade digital ao serviço do homem e das comunidades.
  • O conto do problema social: Histórias de filmes e TV de pequenos heróis e grandes mudanças.
  • Sobre ficção científica: como a mente humana (re)imagina o futuro.
  • Forja do Herói: Arcos de Transformação através do Esforço, Sofrimento e Resiliência.
  • Negócios e Finanças na Tela: Retratos Históricos e Contemporâneos do Capitalismo.
  • Descida nas Trevas: Corrupção, o Triunfo do Mal e Contos de Precaução.
  • A Obra de Arte vis-a-vis o Dinheiro e o Poder: Relações entre Cultura, Negócios e Política.
  • Processos Criativos de Mentes Influentes: Artistas, Empresas e Líderes Disruptivos.
  • Liderança e Sacrifício na Cultura Narrativa Ocidental.

 

Arte e arquitetura

  • Trabalho e criatividade
  • Características únicas de trabalhos criativos.
  • Oficina do artista
  • Escolas como um lugar de aprendizagem criativa.
  • Trabalho e inspiração
  • A técnica que faz a profissão.
  • Expressão e criatividade
  • Escolas de Belas Artes e formação de artistas.
  • Trabalho manual e melhorias nos processos de construção.
  • Liderança e trabalho em equipe em processos criativos.
  • Criação, execução e processos em atividade artística.
  • Profissão e técnica vs. expressão criativa.
  • O triunfo daqueles que sabem realizar o que têm.
  • A beleza de saltar para a realidade, aplicando o conhecimento para colocá-los à prova.
  • Os novos espaços de trabalho do século XXI.
  • Design de interiores habitável nos escritórios do Google.

 

Ciência, medicina e educação

  • Novas tendências na ciência do século XXI: networking, interdisciplinaridade e multidisciplinaridade.
  • Patentes farmacêuticas: como desenvolver novos medicamentos acessíveis ao consumidor?
  • Trabalho e saúde.
  • Trabalho intenso e vida saudável.
  • Sustentabilidade da saúde pública na era da imunoterapia e terapias personalizadas.
  • Saúde sustentável numa Europa em envelhecimento.
  • Uma nova revolução verde na agricultura na era da mudança climática.
  • O que podemos fazer para não morrermos soterrados por nossos resíduos sólidos e líquidos?
  • Trabalhe e descanse. Lazer saudável.
  • Estresse laboral e outras patologias psíquicas ligadas ao trabalho.
  • Os novos vícios do trabalho: as TIC e os “alcoolistas do trabalho”.
  • O impacto da tecnologia na eliminação de empregos. Estrutura para um regulamento de proteção progressiva.
  • Transumanismo, ética e trabalho futuro.
  • Os trabalhos tóxicos. Danos à saúde devido a causas do trabalho.
  • Trabalho e inteligência artificial.
  • Novas ferramentas e tecnologias que facilitam a organização do trabalho.
  • Robôs e o futuro do trabalho: a quarta revolução industrial.
  • Trabalho e serviço na era digital.
  • Trabalho e desempenho.
  • Classificação clássica de obras intelectuais e manuais.
  • Tecnologia e sua influência no desemprego.
  • A invasão do mundo robótico: oportunidade ou ameaça.
  • A indústria 4.0.
  • O trabalho das máquinas: impressoras 3D, drones, mensagens instantâneas, etc.
  • Não haverá trabalho humano se não houver pessoas humanas.
  • Inteligência artificial
  • O trabalho do professor na Universidade de s. XXI.
  • Transforme a educação para transformar o mundo.
  • Educação para a honestidade: da corrupção à transparência; da transparência ao serviço.
  • Aprender a trabalhar com competências, valores e emoções positivas.
  • A educação como ponte entre política, trabalho e família.
  • Educar para a saúde ocupacional e bons relacionamentos.
  • Educação livre do bulliyng.
  • Educar os cidadãos para trabalhar além da aposentadoria para desenvolvimento pessoal e serviço à comunidade.
  • Educação e trabalho como eixos dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. A Agenda 2030.
  • A universidade é uma escola profissional?
  • Formação Profissional na Espanha e Europa.
  • O ensino da ética profissional.
  • A colaboração entre empresas e universidades.
  • A cultura (ou falta de cultura) do empreendedorismo na universidade.
  • As novas formas de trabalho no campo industrial.
  • Educação para trabalhar com afinco e servir.
  • Iniciativas empresariais: RSC (responsabilidade social pela educação).
  • Trabalhe e a universidade. Universidade, conhecimento e trabalho. Universidade e trabalho nos grandes pensadores católicos contemporâneos: John H. Newman, S. Josemaría, Bento XVI.
  • A relação entre universidade e emprego no mundo de hoje: comparação entre diferentes países.
  • Universidade e Mercado de Trabalho.